A Rosa Branca!


Dona rosa branca traz questões que todo ser humano irá sentir ou terá de lidar na vida:


Primeiro, o perdão. Perdoar, dona rosa diz, não é sobre deixar o outro ir, mas você se libertar e se permitir seguir em frente. Enquanto você não perdoa, não segue e se afoga em sua própria mágoa, nunca consegue mudar de vida, descobrir coisas novas e viver novas experiências. Desapegue-se! É sobretudo sobre se AUTO-perdoar, sobre largar o peso e seguir em frente. Observe também sobre sentir culpa, um sentimento que não serve para nada e socialmente construído para te aprisionar. Você deve sentir responsabilidade, mas culpa, não!


Sobre o perdão e precisar estar com quem foi perdoado: VOCÊ NÃO PRECISA! Temos a ideia errada que perdoar é voltar a ter que conviver. Não é! Você pode perdoar em seu coração e, justamente, seguir em frente, descobrir uma nova forma e vida. Outro dia uma amiga me disse que voltou ao Brasil para tentar se relacionar com a família, que se trata de um grupo de pessoas problemáticas e com comportamento inadmissíveis. Afinal, “honrar os ancestrais” é, muitas vezes, perdoar e seguir o seu caminho sozinho, sem padrões que te agridam, abusam e inferiorizam. Então, perdoa, se perdoa, larga as mágoas no rio do caminho de nossa caravana e siga! Siga porque você merece estar com o coração aberto para receber toda a prosperidade!


A Rosa Branca também tocará no vazio do peito, na apatia e na falta de propósito. Se você se encontra em uma dessas situações é muito provável que algo que você fazia bem chegou ao final de um ciclo e agora é necessário se reinventar, criar de outra forma, mudar tudo e isso dói, pois é um luto. Por outro lado, é libertador! Descobrir-se novamente é de um lugar muito rico e o que fazemos nós, aqui encarnados, é justamente nos re-descobrirmos ou nos reinventarmos, virar páginas, iniciar novos ciclos. Assim como a lua, nós também temos fases e precisamos aceitar o fim para criar um novo ciclo.


Dona Rosa Branca, além de trabalhar limpeza das mágoas e perdões também nos relembra de nossos propósitos, missões e de como somos capazes de usar uma crise interna para mover a chave e mudar! Você pode ser quem você deseja ser, mas será preciso coragem. E não se cobre! A rosa lembra que o ânimo de levantar e mudar vem mais pelo acolhimento do que pela força. Estamos eu e as rosas aqui para te acolher. Você não está sozinho, milhares de pessoas, neste momento, também sentem o mesmo. Enquanto o coração bate, há vida e coragem!


Como ser flor no meio do caos? Dona rosa branca é boa, mas não é boba. Arcanjo Miguel é anjo, mas maneja espadas. Rosa branca, a flor perfeita do coração dos encarnados, das criaturas que precisam amar na matéria. Ela nos deixa frases para pensarmos e seguirmos em nossa caravana das rosas sobre como ser flor no meio do caos:


- Aprendendo a dizer não para quem te ama com condições.

- Sentando-se e respirando quando algo dá errado.

- Exercitando-se para organizar a mente e a casa em que você mora, nem que seja um pequeno quarto.

- Limpar as gavetas e deixá-las cheirosas é fundamental para a alma.

- Vivendo um dia de cada vez, devagarinho mesmo.

- Só por hoje

- Saber dar limites

- Saber se abrir a quem pode e dar limites ao mesmo tempo (é uma arte)

- Entendendo que dizer não para quem você ama, às vezes, pode ser o maior ato de amor

- Saiba que culpa não serve para nada, você não sai do lugar. Assuma a responsabilidade e siga em frente. Planta não sente culpa. Você também não deveria.

- Que perdoar é se permitir seguir em frente

- Que seus espinhos são suas dores, mas também sua coragem e resistência

- Que quando não souber o que fazer, silencie por alguns minutos, dias, semanas

- Em algum momento levante-se e vá fazendo tudo devagar

- Em algum momento você vai descobrir como se equilibra e quem já caiu feio na vida nunca mais esquece como se levanta.

- Que o melhor remédio sempre é assumir quem você é

- Que engolir mágoas ou fingir ser outrem para agradar não vai te levar muito longe

- Que tudo lá fora pode ser tóxico, mas nunca, jamais, esqueça da sua essência!


Não existe pílula rosa, a natureza sempre nos ensina que tudo são ciclos e processos. Se acolha e seja gentil consigo mesma, é isso que as rosas nos ensinam. Se cuide e acompanhe nossa caravana, as rosas têm muito a nos ensinar!

371 visualizações

Casa Alquímica do Brasil

CNPJ: 12.312.331/0001-46
Rua do Catete, 214 - Rio de Janeiro RJ - Brasil

Entrega dos produtos em 20 dias úteis

  • Instagram Social Icon
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Pinterest

Palmira Margarida

E-mail: palmira@perfumariaancestral.com.br

Telefone: +55 11 94998 2760